Post Page Advertisement [Top]

Cigarro eletrônico Mentiras e verdades, Saiba Tudo!
Cigarro eletrônico Mentiras e verdades, Saiba Tudo!
Cigarro eletrônico Mentiras e verdades, Saiba Tudo! Disfarçados por uma infinidade de sabores e aromas, os cigarros eletrônicos dão, à primeira vista, a ideia de serem uma boa alternativa. Principalmente por parecerem, acima de tudo, inofensivos à saúde. Os vaporizadores, como assim também são chamados, ganharam um espaço muito rápido principalmente entre os mais jovens, reacendendo o debate sobre o tabagismo. 

Por ser mais prático, ter uma aparência mais tecnológica e atrativa e não causar aquele incômodo do cigarro tradicional – sobretudo pela diferença de odor -, os eletrônicos passaram a ser socialmente aceitáveis em diversos ambientes, principalmente em festas e eventos. 

Tudo isso é motivo de sobra para fazer com que os usuários nem sequer se considerarem fumantes, intensificando ainda mais o uso. Mas tem um lado dessa história que provavelmente não te falaram e que está por trás de todo esse vapor com aroma de menta ou de chiclete. Entenda as mentiras e verdades sobre o cigarro eletrônico.

Cigarro eletrônico Mentiras e verdades, Saiba Tudo! Os cigarros eletrônicos fazem mal à saúde? 
Sim Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), os Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEFs) não são seguros e possuem substâncias tóxicas além da nicotina. Sendo assim, o cigarro eletrônico pode causar doenças respiratórias, como o enfisema pulmonar, doenças cardiovasculares, dermatite e câncer. 

Ainda de acordo com o INCA, estudos mostram que os níveis de toxicidade podem ser tão prejudiciais quanto os do cigarro tradicional, já que combinam substâncias tóxicas com outras que muitas vezes apenas mascaram os efeitos danosos.

Cigarro eletrônico ou Vaporizar é tão ruim ou pior que fumar
Esta é a pior mentira de todos. Há cerca de um bilhão de fumantes em todo o mundo. Eles não merecem mentiras sobre um produto que poderia muito bem salvar suas vidas. O tabaco produz fumaça que contém muitas substâncias químicas cancerígenas comprovados, juntamente com produtos de combustão como o monóxido de carbono que causam danos cardiovasculares.

Existe o risco de explosão?
Sim Além da intoxicação, existe ainda o risco de explosão. Segundo o estudo Cigarros eletrônicos: o que sabemos? Estudo sobre a composição do vapor e danos à saúde, o papel na redução de danos e no tratamento da dependência de nicotina, elaborado pelo INCA e Ministério da Saúde, os DEF já foram responsáveis por casos de explosões com danos físicos e materiais às vítimas. Os relatos descritos no documento relacionavam o incidente a problemas com a bateria do cigarro.

Nenhum comentário:

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Filipe Queiroz