, ,

Testosterona - O que é? e quais funções?

Testosterona - O que é? e quais funções? O termo anabolizante significa substância que faz anabolismo, isto é, crescimento.

Testosterona - O que é? e quais funções?
Testosterona - O que é? e quais funções?
Testosterona - O que é? e quais funções? O termo anabolizante significa substância que faz anabolismo, isto é, crescimento. No organismo humano, a testosterona (hormônio masculino), o hormônio de crescimento e a insulina, são os anabolizantes mais potentes.

O que é a testosterona?
A testosterona é o androgênico dominante encontrado no cérebro, nos ovários, na hipófise, nos rins e nos testículos.

Quais funções da testosterona? 

- Ela tem basicamente duas funções : uma chamada anabólica e outra androgênica.
- Pela função anabólica ela atua, principalmente, sobre as zonas de crescimento dos ossos.
- Além disso, ela influencia o desenvolvimento de praticamente todos os órgãos do corpo humano.
- Pelo lado androgênico, ela é responsável pelo desenvolvimento das características.
- Sexuais masculinas (órgãos sexuais , produção de espermatozoides , pelos , barba, voz, etc).

Testosterona Responsável pelas características que distinguem o organismo masculino:
- Provoca o crescimento de pelos: no púbis, na face e no peito;
- Ao longo dos anos diminui o crescimento do cabelo;
- Hipertrofia da laringe voz rouca e grossa;
- Aumenta a aspereza do tecido subcutâneo;
- Aumento da secreção de glândulas sebáceas
- Surgimentos de acne;
- Aumento da musculatura;
- Aumenta a quantidade total da matriz óssea;
- Aumento do metabolismo basal;
- Aumenta a quantidade de hemácias (20%). No homem, a testosterona reflete principalmente a função testicular.

Nas mulheres, a testosterona é responsável pela libido. No sexo feminino a verificação dos níveis de testosterona é empregada na avaliação do hirsutismo (crescimento excessivo dos pelos corporais), na síndrome dos ovários policísticos e nos tumores virilizantes adrenais ou ovarianos.

Como aumentar seus níveis de testosterona sem usar anabolizantes
Dieta,Suplementação e discanço principais meios para aumentar níveis de terstosterona para saber como fazer uma boa dieta clique aqui.

Obter um pouco de sol . A exposição ao sol faz com que seu corpo produza vitamina D que ajuda a produzir mais testosterona.

Tomar Hormônio do crescimento

Ao tomar o hormônio do crescimento (GH) o indivíduo deve estar atento aos possíveis efeitos colaterais provocados por ele, como o desenvolvimento da Síndrome do Túnel do Carpo, por exemplo.

Ele é indicado particularmente indicado para crianças que apresentam baixa estatura, identificada pelo pediatra entre os 3 e os 4 anos de idade e para adolescentes e adultos diagnosticados com doenças que prejudicam o crescimento. O hormônio do crescimento só deve ser utilizado sob indicação médica, pois este medicamento possui contraindicações e efeitos colaterais que podem provocar danos no organismo.

Geralmente o médico aconselha a toma do hormônio do crescimento na forma injetável, diariamente.

Efeitos Colaterais da Testosterona:

Formigamentos;
Dor nos músculos
Dor nas articulações
Retenção de líquidos
Síndrome do túnel do carpo;

Muito raramente pode haver: dor de cabeça, aumento da pressão intracraniana, hipertensão e zumbido nos ouvidos.

O principal efeito colateral do hormônio do crescimento nas crianças é o surgimento de dores nos ossos da perna, que é conhecida como dor do crescimento.

Historia da Testosterona:

A História Em paris, um médico de 72 anos afirmou para os seus colegas que havia descoberto um tratamento para rejuvenescer o corpo e a mente.

Dizia ele que dentre vários benefícios, havia aumentado sua força física e desempenho intelectual. Para conseguir estes resultados, tudo o que o médico precisou fazer foi injetar um líquido extraido dos testículos de cães e porcos da índia.

Este foi Charles Édouard Brown Séquard, em 1889, que apesar de não conhecer a existência da testosterona, atestava que aquela “secreção interna” (termo usado para se referir ao fluido que era administrado) trazia uma série de benefícios quando injetada no corpo humano.

 Contudo, na época, os especialistas na área não deram muito crédito para Charles Édouard, e alegaram que os efeitos positivos alcançados por ele foram simples fruto da auto-sugestão. Infelizmente Charles se deixou levar pela zombaria de seus colegas e abandonou suas pesquisas neste campo.

Os Efeitos da Testosterona
A testosterona promove a construção muscular através de uma série de mecanismos distintos Aumentando a retenção de nitrogênio, que é o indicador primário do poder anabólico de uma droga, a testosterona disponibiliza mais material para que os músculos sejam construídos.

A testosterona também é responsável por aumentar a produção de GH e IGF-1, duas substâncias que tem papel fundamental no anabolismo muscular, sendo este último intimamente ligada ao processo de hiperplasia, evidenciando os efeitos da testosterona sobre a maturação das células satélites, seja para reparação do tecido muscular ou para a formação de novas fibras.

O Uso da Testosterona 
Por força do hábito, convencionou-se entre a maioria dos usuários que a dosagem mínima para que a administração exógena de testosterona ofereça resultados significativos é de 500 mg por semana.

No entanto, usuários com menos experiência e tempo de treino podem conseguir resultados expressivos mesmo com doses mais baixas, como 200-300 mg por semana, uma vez que estas pessoas tendem a ser mais leves e ter histórico de EAAs reduzido ou inexistente.

Considerando que o corpo humano homens produz naturalmente cerca de 50 mg de testosterona por semana, mesmo uma dosagem pequena como 200 mg oferece uma quantidade de testosterona quatro vezes maior que a normal.

Top Ad 728x90