, , , , , ,

A Cafeina Faz Bem a Saúde!

O café é uma das bebidas mais apreciadas no mundo e ao contrário do que muitos pensam, a sua composição vai muito além da mais conhecida cafeína.

A Cafeina Faz Bem!
A Cafeina faz bem a saúde.
O café é uma das bebidas mais apreciadas no mundo e ao contrário do que muitos pensam, a sua composição vai muito além da mais conhecida cafeína.

Estima-se, que o grão de café torrado contenha mais de 2000 compostos químicos (destaco a presença de ferro, zinco, potássio, magnésio, aminoácidos, proteínas, gorduras, açúcares entre outros).

Esta composição pode variar de acordo com a espécie do café (arábica é a mais comum e a robusta é a mais rica em cafeína), qualidade do grão, tipo de processamento, grau de torra e moagem, modo de preparo (filtro, expresso, cafeteira, fervida, etc.) e a quanto tempo ele foi preparado.

Dentre os benefícios, o tradicional cafezinho pode melhorar a energia, sonolência, cansaço, capacidade de concentração, além de estar associado a prevenção da doença de Parkinson, Alzheimer, cálculos renais, diabetes tipo 2 (sendo o mais recomendado o café descafeinado), depressão, asma (devido ao seu efeito bronco dilatador) e cirrose, principalmente cirrose alcoólica.

Destaco ainda que a presença de açúcar ou adoçante no café ou mesmo a utilização do café no copo de plástico, atrapalha os benefícios do café e ainda favorece a intoxicação, hiperglicemia, entre outros malefícios a saúde.

Devo alertar, em primeiro lugar, aos compulsivos por café que este deve ser ingerido somente até 15 minutos após o seu preparo e a recomendação máxima é de 4 xícaras de café por dia.

Em segundo lugar, o café, principalmente o cafeinado, não é recomendado para quem tem gastrite ou ulcera, distúrbio de ansiedade, hipertensos, anêmicos, adultos de idade avançada que não consomem cálcio e Vitamina D em quantidades adequadas, ou para quem tem sintomas como taquicardia, tremores, insônia, azia, náuseas, dor de cabeça e pessoas com alto nível de estresse.

Atenção para quem tem o colesterol alto, o café expresso pode aumentar os níveis endógenos de colesterol. Já o café filtrado não apresenta este aumento, pois a parte lipídica (o cafestol e o kahweol) fica retida no filtro. A dose máxima de cafezinho expresso é de 3 xícaras pequenas por dia.

Top Ad 728x90